Os trabalhadores domésticos e faxineiros recebem R$ 4,23 brutos por hora (R$ 3,45 líquidos), portanto podem comprar mais de meio Big Mac por hora de trabalho. É menos do que na Argentina ou no Chile, mas as diferenças em relação a países europeus são muito mais marcantes: trabalhadores dinamarqueses, por exemplo, recebem R$ 42,35 brutos, o que quer dizer que eles têm condições de comprar quase três Big Macs por hora de trabalho. Para mais informações, clique em Trabalhadores domésticos e faxineiros.

Os enfermeiros no Brasil recebem R$ 13,82 brutos por hora e R$ 12,01 líquidos. Eles têm que trabalhar 55 minutos para comprar um Big Mac, enquanto trabalhadores domésticos precisam de 3 horas e 20 minutos. Os salários dos enfermeiros na Europa Ocidental e nos Estados Unidos são maiores que R$ 33,00 brutos por hora e, no resto do mundo, variam entre R$ 2,23, na Ucrânia e Bielorrússia, e R$ 19,64, na África do Sul. Para mais informações sobre comparações de salários de enfermeiros, clique em Enfermeiros.

Dois índices são apresentados:

1. Salário em $ ajustado pela paridade do poder de compra (PPC) – expressa o salário em dólares, com o mesmo poder de compra do dólar americano nos Estados Unidos, usando uma ampla cesta de commodities.

2. Salário Big Mac – expressa uma maneira mais “digestiva” de comparar o poder de compra com diferentes moedas. O índice é publicado anualmente pela revista The Economist e se baseia no custo do hambúrguer Big Mac nos restaurantes McDonald’s. É usado por razões informativas e não representa necessariamente o preço em determinado restaurante.

Os salários estão apresentados em reais, mas o resultado não é necessariamente comparável devido à variação nos níveis de preços entre os países. Portanto também há salários-hora em dólares ajustados pela paridade do poder de compra, o que permite a comparação dos resultados.

Responda ao nosso questionário sobre salário e condições de trabalho.

Citar esta página: © WageIndicator 2017 - Meusalario.org.br - Comparação Salarial Global