Entenda o seu holerite

Se você espera ansiosamente o pagamento de seu salário, recebe o seu holerite, mas não sabe ou não entende exatamente as informações nele contidas, selecionamos um guia básico para você.
Se você espera ansiosamente o pagamento de seu salário, recebe o seu holerite, mas não sabe ou não entende exatamente as informações nele contidas, selecionamos um guia básico para você.

De acordo com a definição do dicionário Aurélio, o holerite ou contracheque é um documento emitido por firma comercial ou repartição pública, no qual se especifica o ordenado bruto do funcionário, as respectivas deduções (de imposto por pagar, desconto para institutos de aposentadoria e pensões, etc.), ou acréscimos (salário-família, auxílio-enfermidade, gratificações, etc.), e mediante o qual se acha ele autorizado a receber o que lhe é devido.

Assinatura – a maioria dos comprovantes de pagamento de salário possuem a data do recebimento e a assinatura do funcionário. Mas há outros, enviados por correspondência, que não possuem esse espaço.

Dados da empresa – geralmente localizados na parte superior, indicam a razão social da empresa.

Dados do trabalhador – geralmente incluídos logo abaixo dos dados da empresa, contêm: nome e cargo. Há empresas que incluem o código de custo e o nome do chefe responsável por aquele setor.

Deduções – os descontos possíveis e que devem ser apresentados em seu holerite são:

* adiantamento: há empresas que adiantam 40 ou 50% do salário alguns dias antes do pagamento;

* contribuição sindical:  está prevista na legislação federal (artigos 578 a 610 da CLT) e é o desconto de um dia de trabalho por ano (equivalente a 3,33% do salário), geralmente no mês de março;

* convênio médico (quando houver);

* Imposto de Renda (IR): é calculado sobre o valor do rendimento do trabalhador depois de descontada a contribuição do INSS. De acordo com a tabela do IR:

• estão isentos os rendimentos líquidos mensais de até R$ 1.257,12;
• de R$ 1.257,13 a R$ 2.512,08, a alíquota será de 15%;
• acima de R$ 2.512,08 incidirá a alíquota de 27,5%.

Depois de aplicada essa alíquota correspondente à faixa, o Imposto de Renda sofre um desconto:

• para quem paga 15% de IR, o desconto é de R$ 188,57;
• para quem paga 27,5%, o desconto é de R$ 502,58.

* INSS (Instituto Nacional de Seguro Social): a contribuição varia de 7,65% a 11%, de acordo com o salário. Para salários entre R$ 1254,37 e R$ 2508,72, por exemplo, o desconto é de 11% (salários acima de R$ 2508,72 têm o desconto máximo, que é de R$ 275,95);

* alimentação;

* previdência privada e demais benefícios de acordo com a política da empresa;

* transporte.

Rodapé – indica os valores do salário-base, da contribuição ao INSS, a base de cálculo do FGTS, o FGTS do mês, a base de cálculo do imposto de renda e a faixa do imposto de renda.

Salário – está localizado no meio do demonstrativo de pagamento e traz o valor do salário- base e as deduções.