Pisos salariais conquistam reajuste acima da inflação

piso salarial / negociação salarial / salário / rendimento do trabalho / acordo coletivo / convenção coletiva / acordo coletivo

12/08/2014

Os pisos salariais de cerca de 95% das 685 unidades de negociação pesquisadas pelo DIEESE conquistaram reajustes acima da inflação, em 2013. Os aumentos reais foram comparados com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor, calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (INPC-IBGE). Os valores acordados variaram entre R$ 678,00, equivalente ao salário mínimo de 2013, e R$ 3.600,00. Em média, o valor dos pisos ficou aproximadamente 9% maior do que os números observados em 2012, chegando a R$ 879,04.

A pesquisa revelou que 73% das unidades definiram mais de um piso salarial, enquanto 27% registram apenas um. A maior parte dos valores fixados foi estabelecida com base em um único critério de diferenciação. A função exercida pelo trabalhador foi identificada como a forma mais frequente de distinção, seguida por tempo de serviço e tamanho da empresa.

Os maiores pisos salariais do estudo foram verificados nas regiões Sul e Sudeste. O valor médio do piso foi de R$ 919,64, na região Sudeste, e de R$ 887,35 no Sul. O menor valor foi registrado no Norte, com média de R$ 785,00. Em 2013, cerca de 2% do painel analisado definiu pisos mínimos para funções que exigem formação no ensino superior. O valor médio dos pisos nos acordos dessas unidades de negociação foi de R$ 1.795,20. O número é 110% maior do que o valor médio registrado nas negociações sem exigência de formação superior.

O estudo utilizou dados dos pisos salariais firmados em acordos e negociações coletivas da Indústria, do Comércio, dos Serviços e Rural, atuantes no território nacional.

Veja mais sobre pisos

Pisos em 2012

O que são pisos

 

Responda ao nosso questionário sobre salário e condições de trabalho. Rápido e sigiloso.

loading...