Assédio moral: pensando em soluções

www.meusalario.org.br / assédio moral no trabalho e trablaho decente / direitos do trabalho

Para Margarida Barreto, existe solução para o assédio moral. "É fundamental mexer na organização do trabalho; disseminar o tema na empresa, que deve adotar ações preventivas. A Petrobras, por exemplo, no seu Código de Ética, incluiu artigos sobre assédio moral. Outras, como Eletrobrás, Nuclebrás e Eletronorte também estão discutindo o tema".

Entre as ações preventivas, as corporações podem realizar palestras. As empresas devem investigar as denúncias, sensibilizar os trabalhadores por meio de reuniões. Os sindicatos e federações devem continuar a negociar cláusulas sobre o assunto nas convenções coletivas. Muitos já têm, como, por exemplo, os jornalistas de Minas Gerais, que foram os primeiros a conseguir incluir essa discussão na convenção. "As pessoas devem superar o medo e serem solidárias com os colegas. É bom lembrar que o assédio moral no trabalho não é um fato isolado. Ele se baseia na repetição ao longo do tempo de práticas vexatórias e constrangedoras, explicitando a degradação das condições de trabalho em um contexto de desemprego e aumento da pobreza urbana”.

A luta para recuperar a dignidade, identidade, o respeito no trabalho e a auto-estima deve ser feita juntamente com os representantes dos trabalhadores de cada sindicato, das CIPAS, entre outros.

loading...