10 Países que pagem melhores salários aos professores: 2020

Quanto ganha um professor em Brasil?

 
 
 

O piso salarial dos professores brasileiros foi reajustado e e passou dos cerca de R$ 2,5 mil mensais para pouco mais de R$ 2,8 mil.

De fato, os R$ 330 de aumento representam algo bem melhor do que o reajuste passado, quando o acréscimo foi de apenas 4,17%.

Mas a verdade é que ser professor no Brasil não é fácil e a categoria ainda é bem desvalorizada, se compararmos a situação daqui com a de vários outros países do mundo.

Para você ter uma noção, nós listamos 10 países.

A seleção atual foi baseada nos relatórios do Bloomberg. Vale ressaltar que a pesquisa só considera os professores experientes, ou seja, quem tem uma experiência de 15 dos anos no mercado.

10. Coréia do Sul – US$ 4.015 por mês

Os relatórios mostram que a Coreia do Sul é um dos países onde os professores são os mais valorizados. No entanto, obter um trabalho de professor por lá pode ser mais difícil, já que elevados padrões são requeridos.

Para os candidatos certos, os padrões salariais são também exemplares, o que incentiva o investimento na carreira.

9. Austrália – US$ 4.078 por mês

O salário inicial na Austrália para um professor primário pode chegar a US$ 34.600 por ano.

Enquanto isso, os professores na escala superior, de nível fundamental, médio e universitário, podem ganhar até US$ 57 mil por seus serviços ao longo do ano.

8. Bélgica – US$ 4.098 por mês

A Bélgica se destaca com salário médio anual de US$ 49.185.

Lá, um professor começa a carreira ganhando cerca de US$ 31 mil por ano e o valor sobe junto com a experiência.

O resultado é o refinamento ainda mais preciso da qualidade de educação no país.

7. Dinamarca – US$ 4.410 por mês

A Dinamarca tem uma taxa de alfabetização de 99% da população, o que também reflete sua ênfase na educação e ensino.

Há escolas especializadas para treinamento dos professores no país. E acredite, eles seguem um formato de educação não tão oneroso para os alunos.

6. Irlanda – US$ 4.579 por mês

A Irlanda também desfruta de uma taxa de alfabetização de 99% (um índice que parece sonho aqui no Brasil).

Os salários iniciais para professor lá são em torno de US$ 33 mil por ano. Vários conselhos estaduais garantem a manutenção dos níveis de ensino.

5. Canadá – US$ 4.701 por mês

O país tem um bom nível de educação e salários iniciais tão altos quanto US$ 35.500 por ano.

É simplesmente espetacular o que os canadenses conseguem conquistar através de um equilibrado sistema de bem estar social.

4. Holanda – US$ 4.991 por mês

Lá as oportunidades de educação são amplamente presentes. Por outro lado, todos os professores são obrigados a seguir uma cartilha educacional do governo, o que restringe a liberdade de atuação.

Ainda assim, os padrões de educação do país são altamente acima da média.

3. Alemanha – US$ 5.357 por mês

Os salários iniciais para professores na Alemanha podem ser em torno de US$ 47 mil por ano. Habitação e auxílio de habitação são fornecidos a muitos empregados.

Tudo somado, o salário do professor no país pode garantir uma vida confortável com direito a diversos luxos.

2. Suíça – US$ 5.737 por mês

O salário médio do professor na Suíça é superior ao pago em outras carreiras que, pelos padrões brasileiros, seriam consideradas de mais prestígio.

O sistema educacional é diverso e progressivo. Mas vale lembrar que Suíça é um dos países mais ricos do mundo, ou seja, não são só os professores que ganham tão bem assim.

1. Luxemburgo – US$ 8.150 por mês

Não é em vão que Luxemburgo paga os maiores salários do mundo para os professores. O salário mínimo do país é o maior do planeta.

Lá, um professor com 15 anos de experiência pode ganhar um salário surpreendente. Na verdade, os iniciais já são. Cerca de US$ 64 mil ao ano.

O valor deixa até os pagos por outros países dessa lista parecendo baixos.

Quanto ganha um professor em Brasil?

loading...
Loading...